Pesquisar por:
#Dica rápida: uso do hífen – regra 1

Uma microssérie (sem hífen) com as regras de uso do hífen. Primeira regrinha já aí.

Aproveita que o vídeo está no instagram, passa lá e segue porque está repleto de dicas muito legais.

#Dica Rápida: estar, está ou esta

🔵ESTAR ->É a forma infinitiva do verbo. Aparece em:
🔹Locuções verbais (com um verbo auxiliar conjugado)Exemplo: Todos precisam ESTAR atentos aos detalhes.
🔹Orações sem sujeito. Exemplo: ESTAR bem é uma escolha.

🔵ESTÁ -> 3ª pessoa do singular do presente do indicativo. Aparece com:
🔹Sujeito determinado (explícito ou implícito). Exemplo: Ele ESTÁ aqui, mas nunca ESTÁ acordado.

🔵ESTA -> pronome demonstrativo de 1ª pessoa. Pode fazer referência:
🔹Espacial. Quando indica que algo está próximo da pessoa que fala. Exemplo: Eu amo ESTA camisa que estou usando.
🔹Temporal. Quando indica algo que acontece no presente. Exemplo: Semana passada, eu descansei bastante, já ESTA não tenho nenhum minuto livre.
🔹Textual. Quando indica algo que ainda será dito no texto. Exemplo: A recomendação é ESTA: não deixe de estudar.

#Dica rápida: nada haver ou nada a ver?

Existe muita dúvida quanto a forma certa de se escrever “ter haver” ou “ter a ver” e, consequentemente as expressões antônimas a essas: “nada haver” ou “nada a ver“.

O certo é “ter a ver” e “nada a ver” o significado é de ter relação de uma coisa com outra.

Exemplo: Este vestido não tem nada a ver com você. (O vestido não tem nenhuma relação com você)

O problema tem tudo a ver com Pedro. (O problema está relacionado com Pedro)

A expressão ter a haver significa ter a receber. Exemplo: Eles têm muito a haver de seus clientes. (Eles têm muito a receber de seus clientes.)